Perdas urinárias pós-parto

O que é?
Sintomas
Diagnóstico

Incontinência urinária é a perda involuntária de urina, ou perda do controlo da bexiga, sendo um sintoma com várias causas possíveis

Os dois principais tipos de incontinência urinária são a Incontinência urinária de esforço (IUE) e a Incontinência urinária de urgência (IUU).

Na IUE, o esforço físico como (exercício, tosse ou espirro) coloca pressão sobre a bexiga, a uretra é incapaz de permanecer encerrada e há perdas de urina. Neste caso a anomalia ou fraqueza encontra-se na uretra ou no pavimento pélvico.

A IUU ou Bexiga hiperativa é causada por contrações anómalas e involuntárias da bexiga (habitualmente o músculo da bexiga não se contrai até que estejamos na casa de banho, prontos para urinar). Estas contrações anómalas, que ocorrem sem aviso prévio, empurram a urina através da uretra e podem provocar perdas.

 

Existem vários tipos de incontinência urinária:

 

  • Incontinência Urinária de Esforço (IUE)

Perda involuntária de urina durante a realização de actividades de esforço.

  • Incontinência Urinária de Urgência (IUU)

Perda involuntária de urina que ocorre depois de um súbito e intenso desejo de urinar.

  • Incontinência Urinária Mista (IUM)

Coexistência de sintomas de IUE e IUU. Deve-se tentar determinar quais os sintomas que predominam e que mais incomodam a doente. O tratamento envolve a abordagem terapêutica de ambas as formas de incontinência.

  • Incontinência Urinária de Refluxo

Perda involuntária de urina por sobredistensão de uma bexiga hipotónica. 

  • Incontinência Urinária Funcional

Este tipo de incontinência ocorre quando a doente, depois de reconhecer a necessidade de urinar, não tem capacidade de chegar a tempo à casa de banho, por mobilidade limitada ou doença neurológica que a impeça de planear essa ação de forma estruturada.

 

 

É necessário um diagnóstico cuidado para que se possa escolher o melhor tratamento para cada caso.

Doenças relacionadas