Cavidade Anoftálmica

Evisceração, Enucleação e Próteses Oculares
O que é?
Evisceração
Enucleação
Exenteração
Reabilitação orbitária

Espaço criado após remoção do conteúdo do globo ocular (evisceração) ou da totalidade do globo (enucleação). Estes procedimentos poderão ser necessários no contexto de infeções graves com perda total e irreversível da visão, atrofia após múltiplos procedimentos cirúrgicos, traumatismos ou tumores intraoculares. Em casos de tumores perioculares extensos, agressivos, sem possibilidade de cura com terapias menos invasivas poderá estar indicada a exenteração, que consiste na remoção do globo ocular e outros tecidos em redor.
Existem igualmente casos de anoftalmia (ausência de globo ocular) ou microftalmia (globo anormalmente pequeno) que decorrem de alterações do desenvolvimento intra-uterino e estão presentes desde o nascimento.

Os procedimentos para esta doença são:

  • Evisceração
  • Enucleação
  • Exenteração
  • Reabilitação orbitária

Remoção do conteúdo intraocular preservando as camadas externas do olho. É
habitualmente colocado um implante para reposição de volume.

Remoção do globo ocular na sua totalidade. É habitualmente colocado um implante para reposição de volume.

Procedimento mais alargado, consistindo na remoção do globo ocular e tecidos em redor (músculos, gordura, glândula lacrimal, pálpebras). Está indicada em tumores extensos e agressivos.

Avaliação, reabilitação e seguimento de cavidades anoftálmicas e próteses oculares. A necessidade de procedimentos que otimizem a adaptação da prótese e melhorem esteticamente a área periocular é decidida caso a caso, podendo envolver um ou vários procedimentos consoante seja necessária a reposição de volume (através de implantes ou de gordura do próprio paciente), aumentar o espaço da cavidade e/ou corrigir a posição da pálpebra superior ou inferior.

Doenças relacionadas