71

O impacto das doenças da coluna vertebral na qualidade de vida do ser humano mantém-se no século XXI. O conhecimento médico sobre as suas causas, fatores de risco, diagnóstico e tratamento vem aumentando exponencialmente, pelo que se justifica a existência de uma equipa dedicada e especializada, coordenada numa estrutura única que permita a integração de conhecimentos e a escolha de soluções terapêuticas mais adequada às características do doente em causa, desde que nasce até às idades mais avançadas.

 

A Unidade da Coluna Vertebral no Hospital CUF Descobertas, nasceu com a criação do Departamento de Ortopedia e Traumatologia no mesmo hospital em 2001.

 

Esta Unidade da Coluna Vertebral inclui, numa estrutura única, especialistas experientes em diversas modalidades de tratamento com protocolos de atuação bem definido. Favorecendo o tratamento conservador, uma equipa médica experiente no diagnóstico e tratamento das doenças da coluna vertebral elaborará um plano de tratamento individualizado a cada situação. 

Só assim é possível oferecer a cada doente, de acordo com o melhor estudo com tecnologias únicas em Portugal (EOS), o melhor e menos invasivo tratamento que permita retomar a sua qualidade de vida no mais curto espaço de tempo.

 

Esta Unidade trata por isso doentes com um espectro de idades variadas, dos mais jovens aos de idade mais avançada, muitas vezes com outras patologias associadas, e por isso conta ainda com a participação ativa de especialistas em Medicina Física e Reabilitação, Medicina Interna, Pediatria, Consulta da Dor e Radiologia.

 

Considerando que as dores nas costa representam a segunda maior causa de visitas às urgências Hospitalares e que na maioria das vezes o problema pode ser corrigido com tratamento clínico, sem recurso à cirurgia tradicional, o Centro de Ortopedia e Traumatologia da CUF criou e organizou esta unidade com o intuito de garantir ao doente dois aspetos fundamentais:

  • Correto Diagnóstico do seu problema
  • Desenvolvimento de um plano personalizado de tratamento


 

No que se refere à diferenciação técnica, esta unidade começou a diferenciar-se ainda na década dos anos 90, quando iniciou as cirurgias minimamente invasivas da coluna lombar por abordagem endoscópica retroperitoneal - Balloon-assisted endoscopic retroperitoneal gasless approach (BERG) 1997 - e transperitoneal - Laparoscopic transperitoneal approach to the lumbar spine 1994 – que depois, à semelhança do resto do mundo, evoluíram para as técnicas mini-open de abordagem da coluna dorsal e da coluna lombosagrada, anterior e posterior e desde a década de 90 que integraram as técnicas percutâneas e mais recentemente com as técnicas cirúrgicas assistidas por computador na navegação.

Desde então o serviço diferenciou-se no tratamento de patologias variadas dos grupos etários mais distintos:

  • deformidades da coluna pediátrica, das escolioses e cifoses congénitas ou da adolescência
  • patologia degenerativa do adulto com um quadro de lombalgia intenso e irreversível
  • deformidades do adulto mais velho com dor incapacitante e deformidade cifótica progressiva
  • ciatalgia aguda e incapacitante com ou sem dor lombar
  • dor cervical aguda e incapacitante irradiada ao membro
  • canal estenótico cervical com as suas múltiplas manifestações de dor, alterações da força muscular e do padrão de marcha
  • fratura osteoporótica da coluna com dor aguda incapacitante e com deformidade associada
  • infeções da coluna vertebral com destruição óssea, dor e deformidade progressiva
  • tumores primários e secundários da coluna vertebral com dor incapacitante e instabilidade mecânica
  • estudo da dor vertebral pelas técnicas invasivas de maior credibilidade

Por estas razões é hoje um serviço com a maior série de próteses de disco lombar do país, bem como de artrodeses da coluna lombar por técnicas de mini-open (ALIF,OLIF,TLIF) para o tratamento da lombalgia incapacitante e tratando por rotina casos de cirurgia falhada (failed back syndrome) referenciados de todo o país.

Todos os membros da unidade são “Board Certified” pela Ordem dos Médicos, treinados em vários locais do mundo e a Unidade tem competência para formação na área da cirurgia da coluna vertebral (“idoneidade pelo Colégio de Especialidade da Ordem dos Médicos”) e encontra-se num processo de creditação europeia pela European Spine Society (ESS). Por esta Unidade têm passado inúmeros internos e jovens especialista, nacionais e estrangeiros, com interesse no tratamento da patologia vertebral.

Consultas

Veja as nossas consultas na Unidade da Coluna Vertebral e faça a sua marcação.

Conheça esta Unidade Autónoma na rede CUF