O que acontece no dia do parto?

No contexto da pandemia por COVID-19, foram adotadas um conjunto de medidas que visam a proteção de grávidas, parturientes e recém-nascidos, bem como de toda a equipa de profissionais de saúde. Saiba mais aqui.

Entrada programada por indução de trabalho de parto ou cesariana

Deve dirigir-se à receção central e efetuar o internamento. Um auxiliar de ação médica irá acompanhá-la e posteriormente será instalada no quarto.

 

No quarto fará a preparação necessária e ficará deitada para se proceder à monitorização cárdio-fetal (CTG) e à colocação do soro.

 

Em caso de cesariana, deverá fazer jejum de pelo menos 6 horas (líquidos e sólidos) e permanecer no quarto até ser chamada para o Bloco de Partos.

 

Entrada por trabalho de parto

Deve dirigir-se ao atendimento permanente, de onde é encaminhada para a Unidade de Obstetrícia e Neonatologia.

 

Acompanhamento durante o parto

Durante o trabalho de parto, a grávida pode ser acompanhada em permanência no máximo por duas pessoas que deverão colaborar com a equipa da Unidade de Obstetrícia e Neonatologia, de modo a garantir a segurança clínica e o bem-estar da mãe e do bebé.

 

Sempre que for necessário efetuar uma observação da grávida ou realizar a analgesia (epidural ou outra) os acompanhantes devem sair momentaneamente do quarto.

 

Na Cesariana, a grávida pode ser acompanhada por uma pessoa, que deve assinar o documento “o consentimento para assistência às cesarianas”, previamente fornecido pelo Obstetra.

Maternidade

Visite a página dedicada à Maternidade onde poderá saber mais sobre o corpo clínico, consultas e tudo o mais acerca deste tempo tão especial.