Pterígio

O que é?
Sintomas
Causas
Diagnóstico
Tratamento
Prevenção

O pterígio é uma lesão vascularizada localizada na conjuntiva do olho. 

Pode-se iniciar numa lesão prévia , pinguécula (tipo de degeneração da conjuntiva no olho) ou desenvolver-se por si só. Este tipo de lesão espessa pode crescer no sentido da  córnea, a camada externa transparente localizada à frente do globo ocular e que é fundamental para a visão. 

Tem geralmente a forma de um triângulo e pode ser amarelo, cor de rosa ou vermelho.

Sintomas de pterígio podem variar de ligeiros a severos:

  • rubor e edema da conjuntiva do olho
  • mancha amarela na conjuntiva branca do globo ocular
  • sensação de secura ,ardor e prurido ocular. Sensação de presença de areia
  • visão turva

Esse crescimento do tecido da conjuntiva é causados pela secura dos olhos e por exposição prolongada ao vento, ao pó, à areia e à luz solar.

O exame oftalmológico permite identificar o pterígio e avaliar a necessidade de correção cirúrgica. A história clínica inclui o despiste dos hábitos nomeadamente o uso de lentes de contacto, frequência de ambientes ventosos, secos e arenosos, se usa colírios em demasia, pestanas postiças ou outros adereços.

Atualmente, a técnica cirúrgica mais frequente para tratar o pterígio, é retirar da região superior do mesmo olho uma área de conjuntiva da mesma dimensão para cobrir a zona afetada. Esta cirurgia é feita com uma injeção de anestesia local, não necessitando de internamento e tendo a duração de sensivelmente 45 minutos. O paciente tem alta de imediato, levando somente um penso oclusivo e terapêutica adequada para aplicar.

Evitar a exposição a fatores ambientais que podem causar pterígio. Algumas medidas passam por usar óculos escuros e um chapéu para proteger os olhos da luz solar, do vento, do pó, do pólen e do fumo. Hidratar convenientemente os olhos.

Fontes:

Medical News Today

American Academy of Ophthalmology

Healthline