Acufenometria

O acufeno, ou zumbido, é definido como uma perceção auditiva indesejável, sem estímulo acústico externo, num ou em ambos os ouvidos ou na cabeça, e raramente ouvido por outras pessoas.

O estudo dos acufenos é realizado numa cabine insonorizada, utilizando auscultadores, e é constituído por vários exames:

Acufenometria

Consiste na identificação subjetiva do acufeno pelo paciente, numa tentativa de definir os parâmetros do acufeno (frequência e intensidade).

Limiares de Desconforto

Consistem na determinação da intensidade de um estímulo que se torna desconfortável para o paciente. É realizado para as frequências de 250, 500, 1000, 2000, 4000, 8000Hz, com sons puros.

Nível Mínimo de Mascaramento

É o nível em dB de um ruído, normalmente ruído de banda estreita, que “mascara” o acufeno (i.e. quando o acufeno deixa de ser audível e o paciente passa só a ouvir o ruído).

Inibição Residual

Na inibição residual é apresentado ao paciente um ruído, 10 dB acima do limiar do acufeno, durante 1 minuto. Ao fim desse minuto pergunta-se ao paciente se houve alterações no seu acufeno, podem suceder quatro situações: inibição completa; inibição parcial, negativa ou efeito rebound.