A Acupuntura exerce os seus efeitos através da inserção de agulhas sólidas e extremamente finas que vão desencadear a estimulação de terminações nervosas que se encontram nos tecidos.

Que doenças trata a Acupuntura?
Antes de iniciar um tratamento, cada situação clínica deve ser avaliada para que o médico possa perceber se a acupuntura é a melhor opção terapêutica, sendo utilizada como complemento de outros tratamentos, integrada no modelo médico.

Os estudos efetuados têm demonstrado que a acupuntura é eficaz no tratamento de várias problemas como por exemplo, na dor pós-operatória e pós-extracção dentária, na cefaleia de tensão, em nevralgias faciais, na enxaqueca; na dor músculo-esquelética como a osteoartrose (joelho por ex.), na lombalgia, nas cervicalgias, no síndroma do túnel cárpico, nas tendinopatias, na dor do ombro; em outras situações como nos vómitos e náuseas da gravidez e após quimioterapia, reabilitação precoce pós AVC, na bexiga hiperativa, dismenorreia, distúrbios da fertilidade, na cessação tabágica, na Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) e rinite, entre outros.

Desde que aplicada por um médico qualificado, a acupuntura é uma técnica segura. Caso haja algum constrangimento à sua utilização, o médico dará essa informação, da mesma forma que em outro tratamento.

Atualmente a acupuntura médica é uma Competência certificada pela Ordem dos Médicos.