Regras para uma vida em pleno depois dos 65 anos

+65
2 mins leitura

Saiba, da atividade física e mental à prevenção de quedas, como ajudar quem tem mais de 65 anos a tirar o melhor partido do que os rodeia.

1. Manter-se em forma

A atividade física ajuda a melhorar a resistência, força muscular, equilíbrio, coordenação e o humor e ajuda a prevenir vários tipos de dor. O médico assistente deve aconselhar o idoso sobre qual o tipo de exercício físico mais adequado às suas particularidades.

 

2. Rodear-se de pessoas

Ter atividades de lazer e hobbies que permitam reencontrar amigos ou conhecer pessoas novas é essencial para evitar a sensação de isolamento/depressão.

 

3. Favorecer um bom equilíbrio

A medicação, a tensão baixa ou a visão mais reduzida podem promover as quedas. Existem exercícios diários simples que melhoram o equilíbrio, como manter-se num só pé ou elevar a perna atrás e ao lado. Ao fazê-los, deve-se ter por perto uma cadeira que permita o apoio, se for necessário.

 

4. Ter uma casa à prova de quedas 

  • As divisões devem estar livres de obstáculos
  • Suprima os tapetes soltos ou fixe-os
  • As estantes devem estar presas à parede
  • A casa de banho deve ter vários pontos de luz, um piso antiderrapante e barras de apoio
  • Os sabonetes devem ser substituídos por sabonete líquido
  • Usar sapatos/chinelos antiderrapantes ao andar em casa

 

5. Promover um cérebro ativo

Fazer palavras cruzadas ou sudoku, jogar Scrabble ou aprender uma língua são formas de manter o cérebro jovem e preservar a memória.

 

6. Ter uma rede de apoio

Deve ter-se uma lista, num local acessível, com os nomes e números de telemóvel de familiares/vizinhos que devem ser contactados em caso de emergência.

 

7. Guardar (à vista) exames e dados importantes

Os exames médicos mais recentes e a lista da medicação que se está a tomar devem estar guardados num local acessível, assim como os documentos de identificação.

Doenças