Cenouras em excesso?

Pode ficar com a pele laranja!
Alimentação
Bebés e crianças
Prevenção e bem-estar
2 mins leitura

Carotenemia é o nome dado a esta condição que, apesar de visualmente estranha, não é perigosa. Não confundir com icterícia, situação que está associada a doença

Às crianças diz-se para comerem cenoura porque faz os olhos bonitos e, como em quase todos os ditados populares, também aqui existe uma razão de ser bem real. As cenouras são ricas em betacaroteno, que o corpo humano converte em vitamina A, fundamental para, entre outras coisas, a saúde ocular, diminuindo a probabilidade de cataratas e prevenindo a degeneração macular, além de proteger os olhos do sol. 

 

Mas sabia que a ingestão de elevados níveis de carotenoides - moléculas que correspondem a pigmentos com cor entre o vermelho e o amarelo, nas quais se incluem alimentos ricos em betacaroteno, como as cenouras - pode ter implicações na sua saúde?

 

Quando o consumo de carotenoides é considerado normal, o organismo elimina estes pigmentos de forma natural. Mas quando o consumo ultrapassa o valor de referência de 30 miligramas por dia, pode levar a uma alteração da coloração da pele que se chama carotenemia.

 

Quais os sintomas?

Com esta condição, a pele torna-se mais alaranjada, sendo isto particularmente visível nas palmas das mãos, nas plantas dos pés e no nariz. Apesar de ser mais usual nas crianças pequenas, a carotenemia pode manifestar-se em qualquer idade. A alteração da cor da pele é mais visível nas crianças com tom de pele mais clara. E ainda que visualmente estranha, a carotenemia raramente está associada a problemas de saúde de maior gravidade.

 

Como tratar a carotenemia

A carotenemia deve-se a uma ingestão excessiva de fontes ricas em carotenoides, sendo o seu tratamento simples: reduzir a ingestão destas fontes. E são muitas, além das cenouras:

  • Batata doce
  • Abóbora
  • Manga
  • Meloa
  • Papaia
  • Damasco
  • Acerola
  • Espinafres
  • Brócolos
  • Couve

Podem ser necessários vários meses até que a pele regresse à sua tonalidade normal.

 

Atenção

Não confunda carotenemia com icterícia. Se além da pele, também a zona branca dos olhos se apresentar com uma tonalidade amarelada, é possível que esteja perante um caso de icterícia, que normalmente indica um problema no fígado ou na vesícula, que deixam de processar bilirrubina de forma eficaz. Procure o seu médico assistente.