Tratamentos de Medicina Dentária

Endodontia Microscópica
Estética
Higiene Oral
Odontopediatria

A endodontia corresponde à área da Medicina Dentária que engloba o tratamento da polpa dentária.

 A polpa dentária é um órgão composto por nervos e vasos sanguíneos, que se encontram no interior do dente, e vulgarmente chamado de "nervo". Quando este tecido é afetado, seja por exemplo por fratura ou cárie, existe um estado inflamatório que pode envolver dores ao frio.

 Se esta agressão continuar, sem que o dente seja tratado, o estado inflamatório torna-se de tal maneira avançado, que a polpa dentária perde a capacidade de defesa e recuperação. Perante este estado irreversível, normalmente acompanhado por dores

intensas e prolongadas ao frio, ao quente, ou mesmo espontâneas, torna-se necessária a remoção completa da polpa dentária, ou seja, a realização de um tratamento endodôntico.

Os tratamentos estéticos promovem uma melhoria nítida do seu sorriso, imagem e auto-confiança. Desde a modificação da cor dos dentes (branqueamento dentário) à alteração da sua forma (coroas e facetas) as alternativas são inúmeras.

1. Branqueamento Dentário

2. Facetas

3. Coroas

4. Fraturas de dentes

 

1. Branqueamento Dentário

Consiste na alteração da cor dos dentes tornando-os mais brancos. 

Este tratamento não desgasta nem enfraquece os dentes. É aplicado um gel na superfície dos dentes que os vai clarear.

Pode ser feita de duas formas: no consultório ou em casa (mas sempre com orientação adequada). Os resultados finais são equivalentes apenas diferindo na velocidade com que se obtém a cor desejada.

 

2. Facetas

As facetas consistem na alteração da forma e/ou cor através da aplicação de uma fina lâmina de cerâmica ou compósito sobre o dente. Este tratamento envolve um desgaste mínimo da superfície visível do dente (de 0.3 a 0.7 mm) que permite dissimular a transição entre o dente e a faceta.

Possibilitam também o encerramento de espaços inestéticos entre os dentes (diastemas).

3. Coroas

Coroas em dentes naturais

As coroas são aconselhadas nos casos em que é necessário conferir maior resistência e durabilidade a dentes danificados, melhorar a estética, o formato ou o alinhamento dos dentes da arcada dentária.

Implicam um desgaste maior de cerca de 1mm em todo o redor do dente. São realizados em cerâmica pura de forma a obterem um resultado estético final ótimo.

Coroas sobre implantes

Uma coroa também pode ser colocada sobre um implante dentário, repondo a forma e a estrutura do dente natural perdido.

 

 

 

Hoje em dia, com o novo paradigma preventivo na Saúde Oral e com a generalização dos implantes dentários, a especialidade de Higiene Oral passou a ocupar um lugar de destaque na Saúde Oral, muito para além da simples destartarização, vulgo "limpeza aos dentes".

 Os higienistas orais têm assim uma função preventiva, educacional e de modulação de hábitos adequados à condição de cada paciente, coadjuvando transversalmente o médico dentista no tratamento de doenças como a gengivite e periodontite (as doenças mais prevalentes no mundo ocidental) ou até mesmo halitose (mau hálito).

A sua função torna-se decisiva em reabilitações com implantes dentários, visto que a placa bacteriana que se deposita na profundidade dos tecidos gengivais é um dos principais responsáveis pelo insucesso dos implantes.

 A instrução da escovagem e do fio dentário são duas componentes muito importantes na consulta de higiene oral.

O que se faz numa consulta de higiene oral?

Nesta consulta faz-se o rastreio para despiste de cárie dentária, doenças das gengivas e diagnóstico de outros problemas que possa apresentar. Faz-se a remoção de tártaro e placa bacteriana através de destartarizações e alisamentos radiculares e também o polimento e jacteamento com partículas de bicarbonato de sódio para a eliminação de manchas superficiais. No caso das crianças, também se faz a aplicação de selantes de fissuras. Outros dos produtos e técnicas utilizados são a aplicação de flúor de alta concentração, produtos que diminuem a sensibilidade dentária, branqueamentos e a manutenção de reabilitações suportadas por implantes.

 As visitas regulares à consulta de Higiene Oral são um factor determinante na manutenção dos seus dentes e do seu sorriso.

 

A consulta de odontopediatria é uma consulta destinada à população infantil, com o objetivo de fazer o rastreio de qualquer problema relacionado com a saúde oral da criança.

 A partir do primeiro dente erupcionado é conveniente a primeira consulta para que os pais sejam informados de todas as alternativas para a manutenção da saúde oral da criança, higiene oral e hábitos que possam de alguma forma provocar alterações na arcada dentária da criança.

O atendimento em tenra idade condiciona positivamente a criança para futuros tratamentos que possam vir a ser necessários.

Também é destinado a pacientes que devido à idade, imaturidade intelectual ou qualquer tipo de deficiência que diminui a capacidade de cooperação (...). Estes pacientes podem ser tratados utilizando recursos alternativos, como é o caso da sedação consciente ou da anestesia geral.

 A sedação consciente é uma técnica de anestesia que permite à criança cooperar com o médico dentista, pois o medo e a ansiedade estão muito reduzidos sem nunca perder a consciência.

A anestesia geral é uma técnica anestésica que promove abolição da dor, paralisia muscular, abolição dos reflexos, amnésia e, principalmente, inconsciência. A anestesia geral faz com que o paciente se torne incapaz de sentir e/ou reagir a qualquer estímulo do ambiente permitindo efetuar qualquer tipo de tratamento sem necessidade de cooperação da criança.

Doenças relacionadas